Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...





"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

3

Caixa de Correio Junho/2017

Olá, leitores queridos do Torpor... Curiosos pra saber quais novidades andei recebendo durante o mês de Junho? Essa postagem deveria ter saído no começo desse mês, mas acabei protelando, protelando... mas finalmente tô trazendo a vocês os títulos que troquei, ganhei, recebi em parceria e afins... Tem muita coisa, ainda bem que minhas caixas são quase sempre recheadas... E tento trazer conteúdo pro blog a partir dessas aquisições... Vamos lá, sem mais delongas... 

Parceria


Recebi de cortesia do autor parceiro Anderson Henrique seu mais novo lançamento, o livro de contos intitulado Chame como Quiser. Fiz a leitura de alguns dos contos e estou amando... Logo trago resenha dele aqui pra vocês...




Colecionismo

Venho tentando comprar algumas estatuetas da Coleção One Piece da Salvat. Não terei dinheiro para comprar todas as peças mas pretendo completar pelo menos o bando do Chapéu de Palha... Eis a nova aquisição abaixo, o cozinheiro bom de pernas e mulherengo Sanji


compra da Amazon

Não resisti [e quem consegue?] a uma super promoção da Amazon e joguei no carrinho um mangá [Suicide Club], O oceano no fim do caminho, de Neil Gaiman e a HQ Do Inferno, que estava com um super desconto, levando em conta seu preço geralmente salgado... Um pouco caro mas valeu a pena o investimento... Pretendo ler e trazer resenha dele pra cá tão logo possa... 


compras avulsas

Passeando pela Feirinha da Rua do Bom Jesus, no Recife Antigo, me deparo comum sebo móvel, e de cara me deparo com essa edição de Contos de Grimm... Li vários deles quando criança e pela nostalgia resolvi trazê-lo para casa... 


Pela banca de revistas aqui de minha cidade,acabei comprando uma edição de Os anos de ouro de Mickey, além do volume #10 de FullMetal Alchemist e O livro de ouro da mitologia... 




Cartas de Amigos


Recebi da queridona Patricia Costa, do Dose Literária, uma cartinha cheia de panfletos e um catálogo de Conceição Evaristo, das exposições que ela visita e da viagem que fez recentemente ao Uruguai. Fiquei muito grata coma bela surpresa e lembrança... Obrigada, Pathy



Parceria

De parceria e cortesia, chegaram os livros Da poesia - Hilda Hilst, pela Companhia das Letras e Entrevista com o vampiro - Anne Rice, pela Editora Rocco, parceira do Poesia na Alma, em que sou resenhista. Tem resenha dele lá e aqui... O de poesias de Hilda logo terá postagem com minhas impressões aqui no blog... 



Cortesia 


Ainda nas cortesias recebidas para resenhas primeiramente no Poesia na Alma, chegaram os livros da Editora Record: Uma vez, O segredo de Heap House, Belas Maldições e A astúcia cria o mundo


Pela Global Editora, recebi Geografia dos Mitos Brasileiros, de Luis da Câmara Cascudo. Ansiosa para fazer a leitura e certamente irei utilizá-lo em um projeto de pesquisa...


Alguns marcadores da Editora Rádio Londres que Lili gentilmente me cedeu...


Troca de Sebo


Em meus sagrados passeios pelo Sebo do Dedê, em Carpina-PE, fiz algumas ótimas trocas... Alguns já foram lidos e aos poucos vou soltando as resenhas... 
Melhores Poesias de Cecilia Meireles, Concerto para corpo e Alma, Amor e Variações sobre o prazer, de Rubem Alves



Trouxe ainda A república dos sonhos, de Nelida Piñon e outra edição de A lista de Schindler, deixando a minha antiga por lá... E outros títulos trazidos pra casa numa das tardes maravilhosas que passo por lá foram Um brinde de cianureto - Agatha Christie, O terror - Edgar Wallace, Platero e eu - Juán Ramón Jiménez, Thomas o impostor - Jean Cocteau, Mas não se mata Cavalo?- Horace Mccoy, O gato - Georges Simenon, Guerra dentro da gente - Paulo Leminski e O menino do dedo verde - Maurice Druon. 



Presentes que ganhei de Ireno


Esses eu tive que separar numa categoria HAHAHA Tenho um estimado amigo que conheci no sebo que volta e meia me presenteia com livros e quadrinhos... Esse mês acabei ganhando lindas edições e vim compartilhar delas com vocês... Meu muito obrigada pelo carinho e amizade, Ireno.


O alienista em quadrinhos e Na volta da Esquina - Mário Quintana.


uma linda HA de A guerra dos Tronos, do grandioso George R. R. Martin. Logo tem resenha dele aqui também...


Uma edição em espanhol de Misericordia, do escritor Benito Pérez Galdós. Logo com essa capa maravilhosa, um dos meus quadros preferidos [Saturno devorando seu filho, do pintor espanhol Goya]..


Ainda na lista de presentes, umas edições bem antigas de O retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde, Inferno em espanhol, de Dante Alighieri e o volume dois de Madame Bovary...


Risíveis amores, de Milan Kundera, Eu sei que vou te amar, de Arnaldo Jabor e Contos de verdades, de Aldyr Garcia Schlee...


Uma edição bem antiga de A capital, de Eça de Queiroz e Salammbô, de Flaubert. 


Uma edição em espanhol do livro El cuaderno de Maya - Isabel Allende, América - histórias, delirios e outras magias, do historiador Leon Pomer, e acabou saindo na mesma photo uma imagem de uma compra que fiz do livro As independências da América Latina. 



A origem curiosa das palavras, de Márcio Bueno. Ando bem curiosa pra fazer essa leitura...


Para finalizar, mais um título de Rubem Alves e dois livros do autor Jostein Gaarder: Através do espelho e A biblioteca mágica de Bibbi Bokken


Só tenho a agradecer a esses amigos que fazem minha alegria HAHAH
Enfim, finda a caixa de correio... Até eu pensei que não acabaria mais esse post... hehehe...


Beijos e até a próxima, amores... ^.~ 



2

A era de Ouro do Pornô na Amazon

Quem acompanha o blog com certa regularidade certamente lembra que uns meses atrás resenhei o livro A era de Ouro do Pornô, do autor parceiro Zeka Sixx. Agora trago uma novidade imperdível. O livro está disponível para venda em formato e-book pela Amazon

Assim sendo, não há mais desculpa para não adquirir seu exemplar e se divertir com as [des]venturas sexuais/amorosas do protagonista Max California, um sagitariano que me conquistou pela sua personalidade bon vivant... heheeh...


Confira a resenha aqui.

Para comprar na Amazon, clique aqui.

5

A beleza do Crepusculário de Neruda...

 "Amor, desfaz o ritmo da minha água tranquila."

Vencedor do Prêmio Nobel de 1971, Pablo Neruda é a grande voz poética do Chile.  Crepusculário foi o seu primeiro livro de poesia escrito. A obra, publicada pela coleção de bolso da L&PM Editores traz a produção poética de Pablito dos seus 16 aos 19 anos, originalmente publicado em 1923.

O título sugere um clima espiritual, místico com os elementos da natureza. A métrica da poesia pós-simbolista permite um ritmo cadenciado em seus versos, rememorando lembranças e devaneios, num ambiente que exala melancolia e suavidade, com um quê de onírico...

O germe de sua poesia está contido nesta edição bilíngue. A natureza, cosmos e o amor tocam o íntimo do poeta  e este se debruçou sobre folhas amareladas presenteando o mundo com seus versos... Sua poesia possui um ar de penumbra, tão comum nas poesias que marcaram o final do século XIX e início do século XX. 

Dentre suas influências na escrita, podemos destacar Ruben Darío, poeta nicaraguense, Santos Chocano, seu predecessor na visão anti-americana e politica, natural do Peru e Walt Whitman, americano. Temos também influência marcante do uruguaio Carlos Sabat Ercasty. 

Pablo foi intenso durante sua passagem nessa terra. E sua intensidade se reflete nos versos que nos legou, levantou bandeiras ideológicas, foi amante, apaixonado e dono de uma poesia digna de ser apreciada pelas mentes mais sensibilizadas com a arte da poética. A poesia de Neruda, tal como o brilho do Crepúsculo, é chama que jamais apaga...

"Pode-se encontrar a poesia das coisas
ou não pode condensar minha vida?
Ontem - olhando o último crepúsculo -
eu era a mancha de musgo entre umas ruínas."



11

Estêvão, o desconectado

 

Recebi em parceria com a Editora Hyria a obra Estêvão, o desconectado, da autora Vivian Saad. Trata-se de um livro infanto-juvenil que acaba sendo uma boa reflexão para os leitores adultos, principalmente àqueles que tem filhos pequenos nessa era de tecnologia e modernidade.

Estêvão chorava bastante quando ainda era um bebezinho, e a fim de poupar os ouvidos, seus pais tiveram a ideia de presentear o pequeno com um tablet. Sendo assim, ele passou a se entreter com aquele aparato tecnológico e parou de chorar e irritar seus pais... Ao se deparar com o 'mundo' que o tablet lhe desvelava, ao mesmo tempo Estêvão 'perdia' de enxergar o que o mundo ao redor lhe proporcionava. Os jogos eletrônicos do aparelho vidravam os olhos do menino, e ele acabava se desconectando de tão conectado que estava ao tablet...

Belamente  ilustrado pela própria autora, a história de Estêvão vai sendo contada até sua idade adulta, em que ele perdeu muito do belo que a vida poderia lhe trazer devido ao fato de estar sempre  'conectado'... 

Estêvão, o desconectado, além do entretenimento de se ler, serve também para levantar questões sobre o comportamento dos pais ao lidar com crianças numa geração rodeada de tecnologia. O avanço científico e eletrônico usado de maneira indevida acaba por alienar os jovens desde o berço, minando a curiosidade do saber que todos possuímos durante nosso crescimento. 

Super recomendado para o público jovem, adulto e que busca leituras de fácil compreensão com questionamentos sociais...


Postagens relacionadas:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...