Anaïs Nin - puro delírio...

| 22 fevereiro 2013 | 11 Comentários |
Hoje eu venho falar sobre erotismo, aquele escrito por Anais Nïn nos anos 20,30...  [não essas  autoras de quinta e seus inúmeros tons sem graça de alguma coisa...]
Nascida em 21 de fevereiro de 1903, há 110 anos, nos arredores de Paris. A veia artística foi de berço: seu pai era pianista e compositor, e sua mãe, dançarina. Quando seus pais se separaram, mudou-se com a mãe para Nova York. Ela tinha 11 anos de idade, e começou a escrever em um diário, que lhe renderia inúmeros volumes, e  é considerado hoje um documento de grande importância literária. 
Aos 20 anos, volta a viver na Europa  e passa a escrever ensaios e críticas. Fez amizade com vários escritores famosos da época, entre eles Henry Miller, que veio a ser seu melhor amigo [e amante]. Graças a ele, o mundo tomou conhecimento de seus escritos. 

Escreveu grandes obras literárias eróticas, desafiando a sociedade de sua época. Uma mulher falando de sexo ardente, sensual e cheio de fetiches... decerto uma mulher a frente de seu tempo. Considerada uma grande precursora das idéias de liberdade ao sexo feminino, Anais é uma escritora fantástica. Sua obra é composta de contos ousados, que levam o leitor ao delírio. Ler Anais Nïn, é realmente ter um orgasmo literário... 

Conheci a autora por um amigo que me falou dela a primeira vez e me apresentou Delta de Vênus - Histórias eróticas. Até então nunca tinha ouvido falar dela, e ao ler uns trechos, extasiei... Na primeira oportunidade comprei minha edição e devorei os contos, recheados de cenários luxuriosos, personagens famintos por toques e fluídos, e uma atmosfera ricamente orgástica... 
Entre seus contos, me delicio com Pierre, Elena, Marcel e A fugitiva.

Além do Delta de Vênus, possuo a edição Pequenos Pássaros, ambos comprados pela L&PM editores. Pretendo comprar A fugitiva [mesmo tendo lido 2 de seus 3 contos], Incesto, Henry e June e Fogo, dentre outros... 

Alguns dos trechos mais extasiantes de Delta de Vênus:

"Ele gostava de se encontrar com ela no escuro, de modo que, antes de poderem ver o rosto um do outro, suas mãos tomavam consciência da presença um do outro. Sentiam o corpo um do outro como cegos, demorando-se nas curvas mais sensíveis, fazendo a mesma trajetória de cada vez; sabendo pelo toque os locais onde a pele era mais suave e macia e onde era mais grossa e exposta ao sol; onde o batimento cardíaco ecoava no pescoço; onde os nervos tremiam quando a mão se aproximava do centro, no meio das pernas."

"Como ele amava aquela covinha, que fazia com que seus dedos e língua seguissem a curva descendente e desaparecessem entre os dois amplos montes de carne."

"Sempre sinto vontade de fazer amor onde existem cortinados, cortinas e artefatos nas paredes, onde é como um útero. Sempre sinto vontade de fazer amor onde há muito vermelho. E também onde há espelhos." 

"Ele dava a sensação que o mundo inteiro estava fechado naquele momento e de que só existia aquele festim sensual, de que não haveria amanhã - nem encontros com mais ninguém, de que só havia aquele quarto, aquela tarde, aquela cama."

"O laço entre eles era tão forte que ficava difícil fingirem o contrário durante o dia. Se Martha olhava para Pierre, era como se ele a tivesse tocado no meio das pernas."



Bom, se eu for escrever meus trechos preferidos, será o livro todo. Leiam e escolham os seus... 



Infelizmente, todos morremos e com nossa querida Anais não haveria exceção... Em 1977 ela falecia nos Estados Unidos, mas sua obra perdurou como um dos grandes nomes do século XX até os dias atuais...


Post relacionado:
O erotismo entorpecente de Anais Nïn

Correios... [Envios e Recebidos]

| 20 fevereiro 2013 | 6 Comentários |

Esse mês preciso enviar a resposta de Eni, do Dose Literária, pois desde o ano passado eu recebi a carta dela com o livro que ganhei na promoção do blog em AGOSTO. [Caráter de urgência mandar essa carta]
Tenho que mandar uma também para Jonas, pois prometi em seu aniversário no início do ano, e uma carta pra Carol, que me enviou cartinha pelo Natal e eu ainda não respondi. Ando MUITO preguiçosa com a correspondência... xD




Recebi hoje a compra que fiz no site Submarino, do Kit livros Guia do Mochileiro das Galáxias - ed. econômica [5 volumes]. A compra foi feita na semana de carnaval, e chegou hoje, foi muito rápido, porque eu moro em Pernambuco, e achei que fosse demorar mais, só que chegou antes do previsto, bem embalados e as edições são lindas, da Editora Arqueiro.

Pacote ainda fechado...

Ignorem a colher e a peneirinha pro aquário na Fonte atrás dos livros,
 não tenho o mínimo saco pra 'preparar  cenário'

Meus  livros lindos... 


Esse kit foi minha primeira compra on-line, pra estrear tinha que ser em livro, neh? Agora é só aproveitar a leitura...
Ainda fiz duas compras na Estante Virtual ontem... Daqui pra sexta eu pago os boletos e espero as encomendas chegarem... Ao todo foram seis livros pela EV... No post de livros que comprei em 2013 [mês de Fevereiro] eu posto photo desses e dos outros que vão chegar ainda esse mês. 

Por hoje é só... 

Escambo de Livros Fundarpe - PE

| | 0 Comentários |
Vi na página Cultura PE algo que me chamou bastante atenção.
Toda última sexta-feira de cada mês você pode levar um livro pra depositar no local e escolher outro dos que estarão lá. É uma ótima opção pra quem desejar novos títulos e quer se desfazer de algum[ns]s que já não lhe servem.


Atenção que o livro tem que estar em bom estado de conservação, hen?
Pra quem é de Recife e cidades próximas, é uma boa opção de 'passeio'. Não é um evento, mas dá pra reunir uma galera pra se encontrar por lá. E é justamente isso o que pretendo fazer nesta sexta, dia 22/02/13.
O endereço do local está no cartaz. 

Quem vai? =D


Bienal do Livro 2011 parte II

| 19 fevereiro 2013 | 0 Comentários |


Como eu tinha prometido aqui,
lá vai a parte II da Bienal 2011 [e o próximo post sobre Bienal só quando tiver esse ano]. Nesse dia, 02 de outubro de 2011, Minho foi minha companhia novamente e voltamos com ainda mais títulos que no 3º dia. Chegamos bem mais cedo, tiramos algumas photos, mas a câmera estava descarregada, então nos viramos com o celular. 


Encontrei diversos títulos a preço de queima de estoque mesmo. Se no outro dia estava barato, no encerramento do evento estavam praticamente de graça... Minho comprou diversos livros de informática pra ele, e alguns mangás. comprei umas edições do mangá Fushigi Yuugi para minha irmã a 1,00 cada.


Demos uma pausa durante a tarde pra tomar chocolate quente que estavam vendendo num dos inúmeros estandes de alimentos... Também tomamos vinho tinto, super gostoso e sentamos pra descansar, afinal, passamos o dia inteiro andando pela área procurando obras, passeando e curtindo o clima intelectual que só uma Bienal pode oferecer. 


  • A lista de livros comprados pra mim:



- Um Atlas da Segunda Guerra Mundial Vol. 3 [só faltava esse número pra completar minha coleção]

- O quadrinho Kiki de Montparnasse [HQ de Catel & Bocquet] [de 60,00 por 32,00 na promoção] 

e os livros:

1. Aurora / Nietzsche
2. Monarquia / Dante Alighieri
3. Espumas Flutuantes / Castro Alves 
4. Amor de Perdição / Camilo Castelo Branco
5. Fábulas / Fedro
6. Carta sobre os cegos - Carta sobre os surdos e mudos / Diderot
7. Casa de Pensão / Aluísio Azevedo
8.9. Contos e Memorial de Aires / Machado de Assis
10. Inocência / Visconde de Taunay
11. Lucíola / José de Alencar
12.13. Clara dos Anjos e Recordações do Escrivão Isaías Caminha / Lima Barreto
14. A brevidade da vida / Sêneca
15. A escrava Isaura / Bernardo Guimarães
16. O Ateneu / Raul Pompéia
17. A Carne / Júlio Ribeiro
18. A origem das espécies Tomo III
19. A cidade do Sol / Tommaso Campanella
20. Utopia / Thomas More
21. Piratas / Fernando Moretti




Tinha livro custando R$2,50 no fim da feira... 

Ao todo, foram 22 livros e uma HQ. A maioria eu ainda não li, pretendo ler uns títulos nacionais daqui pra Bienal em setembro/outubro. E espero que na desse ano, eu compre no mínimo 40 livros. E mais uma vez, Minho ♥ vai comigo... 

Ser... puro fluxo...

| 18 fevereiro 2013 | 1 Comentários |

Estamos em constante mutação... a vida é puro fluxo... nem se quiséssemos seríamos os mesmos, a todo instante... o 'ser' é efêmero... a vida o é...
é o 'peso-leveza' de ser humano...

desbotada...

| | 0 Comentários |



A tia esquecida no canto daquele retrato amarelado, desbotado, do álbum de família...

Resenha do mês [Janeiro] - A mulher que escreveu a bíblia

| 14 fevereiro 2013 | 1 Comentários |
O mês de janeiro me deu uma grata surpresa em leitura. Já havia comentado antes no blog que faria uma resenha sobre Moacyr Scliar, um autor que me conquistou de uns tempos pra cá. Foi meu autor 'revelação' 2012, como vocês podem conferir nessa postagem.
Tenho apenas um livro de contos dele, mas peguei um monte de seus títulos com um professor amigo meu [da faculdade], que é super fã de Moacyr. O resultado é que consegui uma fonte de obras maravilhosas para pegar emprestado vezemquando...

Eu tinha lido 4 títulos dele em 2012 e esse acabei me empolgando e já li 9 esse ano. Eu poderia falar que desses 9, gostei de todos e resenhar todos, MAS, só posso escolher um livro pra resenhar por mês. Escolhi o que mais gostei em Janeiro: A mulher que escreveu a Bíblia.

Esse livro na verdade, trata-se de uma trilogia de histórias em que Moacyr, a partir de trechos e passagens bíblicas, constrói narrativas recheadas de sarcasmo, humor e críticas ácidas aos acontecimentos descritos na bíblia. Com uma maestria literária, ele consegue dar toda uma trajetória a personagens secundários e figurantes da história do livro sagrado.

A mulher que escreveu a Bíblia fala sobre uma mulher que descobriu que numa vida passada, foi escolhida pra ser esposa do grande Rei Salomão, e como ela era muito feia, o rei não queria saber de ir pro leito conjugal com ela. Mas, ela tinha a habilidade de ler e escrever e o rei passou a utilizá-la para escrever sua história [e a do povo judeu] no livro sagrado. Enquanto isso, ela tenta todas as artimanhas possíveis para conquistar seu Rei e esposo, a fim de que ele consuma o casamento, mesmo ela sabendo de sua feiúra.
Há passagens hilárias no livro, em que ela "se vira" pra conseguir um orgasmo, bem como suas observações acerca de sua aparência. É de dar pena da personagem, e ao mesmo tempo, você simpatiza com ela, torce pra que ela alcance seu objetivo. Moacyr sabe contar de maneira criativa uma história que não te deixa desistir do livro.



“Essa é a história que tenho lido, dia e noite, desde que ela se foi. Procuro a mim próprio, nessa história. Procuro-me nas linhas e nas entrelinhas, procuro-me nos nomes próprios e nos nomes comuns, procuro-me nos verbos e nos advérbios, nos pontos, nas vírgulas, nas reticências. E não me acho. Assim como não me acho em lugar nenhum. Estou perdido.” [A mulher que escreveu a bíblia - Moacyr Scliar]



Fazem parte da trilogia A mulher que escreveu  a Bíblia, Os vendilhões do Templo [a história de um dos vendilhões expulsos do templo por Jesus, que ficou prejudicado em seu 'negócio' de vender pombos para sacrifícios no templo] e Manual da paixão solitária [que fala sobre o relato de Judá, irmão de José do Egito e Tamar, sua nora]. Mas cada livro é solto, não é preciso ler um para entender o outro, mas de qualquer forma, é leitura interessante...


Bom, espero que tenham curtido a Resenha do Mês.
Em breve, farei a de Fevereiro, e já tem candidato forte a ser escolhido...

Coleção Abril Cultural Grandes Sucessos

| | 2 Comentários |

Uma das coleções de livros que mais me encantam em sebos são os livros da Série Grandes Sucessos Abril Cultural. São títulos que tiveram suas adaptações cinematográficas realizadas e a editora lançou as obras literárias... Minha lista ainda é bem pequena, mas sempre que vejo um título dessa coleção, eu compro. Foram lançados entre 1980 e 1983, e são relativamente fáceis de se encontrar em sebos. Existem 2 opções de capa pra cada título: você pode comprar o livro com a capa branca ou com capa preta. Eu compro o que encontrar, nem escolho a cor. rsrsrs



A lista dos meus:


O sequestro do metrô - John Godey
O misterioso caso de Styles - Agatha Christie
Os sonhos morrem primeiro - Harold Robbins
Como era verde meu vale - Richard Llewellyn
O americano tranquilo - Grahan Greene
O colecionador - John Fowles
O dossiê Odessa - Frederick Forsyth
O espião que saiu do frio - John Le Carré
Giovanni - James Baldwin
Grande Hotel - Vicki Baum
O planeta do dr. Samler - Saul Bellow
Rebecca - Daphne Du Maurier
A romana - Alberto Moravia
A sangue frio - Truman Capote
Satyricon - Petrônio
O sol também se levanta - Ernest Hemingway



Ainda não li todos os que possuo, e já li outros títulos porque peguei emprestados e não os tenho... sem contar obras que existem nessa coleção mas eu tenho por outras editoras... São diversos autores e histórias pra todos os gostos... Dentre os meus preferidos, há o Perdidos na noite [ainda não tenho ele]e O colecionador.
Quem tiver conta no Skoob e quiser participar do Grupo que criei no site pra essa coleção, aí vai o link
Ele também se encontra na coluna abaixo do meu 'quem sou eu' aqui no Blog.

E vocês tem algum livro dessa coleção???
Me falem nos coments... ^^

Meme 2013 Literário...

| | 2 Comentários |
As regras do Meme são as seguintes:

  •  Indicar dois livros que você leu e gostou em 2012 e postar o nome da pessoa que te indicou o Meme.
Quem me indicou o selinho foi Ana Cristina Marcelino.
Indico Admirável Mundo novo, de Aldous Huxley e 1984, de George Orwell.

  •  Listar ao menos três livros que deseja ler em 2013: 
Lolita, de Nabokov, O hobbit, de Tolkien e Os homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson.

  • Oferecer para 5 blogs o meme e avisá-los. 

Leitura entre amigas
Conto de um livro
Leitura ao cubo
Daily of books
Seguindo o coelho branco



  • Não esquecer de postar o selo do meme no post...


Bienal do Livro 2011 parte I.

| 12 fevereiro 2013 | 1 Comentários |
Mais um post sobre Bienal [a ansiedade em esperar a desse ano dá nisso rsrsrs] 
A Bienal 2011 foi ainda melhor pra mim do que a de 2009. Fui com Minho ♥ em dois dias de Feira: no 1º domingo e no último. No 1º domingo [25 de setembro de 2011] fomos ao cinema ver em 3D Premonição 5. No fim da sessão, 'vamos dar uma espiada no Centro de Convenções? Só pra dar uma espiada nos estandes da editora, pra ter idéia do que comprar semana que vem' HAHA

Painel na entrada do Centro de Convenções.
E quem disse que eu saí de mãos VAZIAS? Mesmo com pouco dinheiro, consegui comprar uns bons títulos a preço já bem em conta pro bolso. 
Eis os títulos:

  1. Quincas Borba - Machado de Assis [eu tinha esse livro foi meu primeiro livro de Machado que li, quando tinha uns 8 anos e meu pai me deu, infelizmente o livro foi perdido mas agora eu tenho uma nova edição]
  2. Casa Velha - Machado de Assis
  3. Discurso do Método - Descartes
  4. A Amizade - Cícero
  5. O homem dos quarenta escudos - Voltaire
  6. Luzia-homem - Domingos Olímpio
  7. O caso Wagner - Nietzsche


  • Ganhei duas revistas de brinde [Menu e Planeta] e adquiri também os sete volumes da Enciclopédia Ilustrada de História 

Os preços variaram de 3,00 a 5,00 reais.A coleção Enciclopédia saiu de 140,00 por 50,00 reais. 

Só não li ainda Luzia-homem e  O caso Wagner, e da enciclopédia, só li a 1ª edição. Tentarei ler as edições restantes e O caso Wagner daqui pra Bienal desse ano. [pequena meta?!?]

um dos estandes que conferimos na Bienal 2011.

Tiramos poucas photos porque a câmera de Minho não estava totalmente carregada esse dia, e como estávamos apressados pra não perder o ônibus, nem passamos muito tempo lá, no máximo uma hora... 
Não gostei de ter pago entrada, visto que é um evento gratuito, mas foi um valor simbólico de R$2,00 [bendita carteira de estudante]. E o ingresso era um cartão lindo, mas tínhamos que depositar na entrada, nem deu pra tirar photo dele [mas Minho tirou com o dele] 

Saindo da Bienal, carregados de livros, cansados, porém realizados... 

Minho também comprou umas coisas pra ele [mangás, claro]

Bom, depois posto o último domingo, que fomos juntos novamente e compramos muito mais...





Quadrinhos - Fantasma

| 08 fevereiro 2013 | 1 Comentários |
Um dos quadrinhos que mais gosto e sempre compro quando encontro em sebos é o quadrinho Fantasma, do escritor Lee Falk. Meu primeiro contato com esse gibi se deu há muitos anos, quando eu trabalhava como voluntária numa biblioteca de creche, próxima à minha casa... Eu tinha uns 13 anos na época e certa vez, uma das funcionárias de lá apareceu com uma caixa cheia de gibis pra guardar na Biblioteca... Pedi para ler e ela concordou... e acabei me encantando com as histórias simples, em preto e branco, de um herói mascarado que vivia nas selvas de Bengala, venerado e respeitado por tribos selvagens indígenas, e em companhia de seu lobo Capeto e seu cavalo Herói. 


A história do Fantasma, ou Espírito que anda é o seguinte: 
Há 400 anos, um navio foi atacado por piratas e apenas um homem sobreviveu à chacina. Foi encontrado por pigmeus numa praia e depois de recuperado, jurou vingar-se dos assassinos de seu pai. Diante da caveira do assassino dele, ele fez o juramento de combater a pirataria e toda forma de crueldade humana. 


Com a morte do primeiro Fantasma, o filho sucede o lugar do pai. Mas com tantas gerações, e por seu rosto ser desconhecido, as pessoas acreditam que ele é o mesmo Fantasma, e que tem 400 anos. 


Ao lado de seu fiel lobo Capeto, e seu lindo cavalo branco Herói, o Fantasma percorre as selvas lutando contra selvagens, ladrões, sequestradores, assassinos e toda corja de bandidos possível. Ele sempre usa um anel de caveira no dedo e seus socos costumam deixar a marca do anel nos mal-feitores.

 Além das tribos que ele protege com sabedoria na selva, ele possui uma noiva, Diana Palmer, e futuramente casa-se com ela e têm dois filhos [gêmeos] [Falo do Fantasma atual, o mais abordado nas histórias de Falk.] 


Existe uma versão [infeliz] cinematográfica, com Billy Zane no papel de Kit Walker [outro nome conhecido do Espírito-que-anda]. O filme é terrível. Infelizmente, até agora ninguém mais ousou fazer um filme que realmente passasse a essência do herói mascarado. 


Lee Falk criou o personagem em 1936, onde as tirinhas com as histórias começaram a surgir. No Brasil, as histórias do Fantasma foram publicadas por décadas, mas hoje em dia, é raro encontrar material nas bancas. Geralmente são encontrados em sebos, ou com colecionadores. Talvez os quadrinhos de Lee Falk não despertem tanta atenção do público infantil de nossos tempos, talvez por uma falta de foco encima do personagem. Mas a mim, ele encantou. Eu me debrucei sobre os gibis da caixa na Biblioteca e não parei mais. Um tempo depois, a mesma funcionária pegou a caixa dizendo que ia deixar os gibis com a 'turminha do jardim' pra que as crianças RECORTASSEM. Fiquei muito indignada e perguntei com a maior calma possível, se poderia comprar. Ela simplesmente me disse: não precisa comprar, pegue o que quiser. Eis o que consegui salvar [Além de um gibi de X-men. ¬¬]:



 Depois disso, consegui comprar outros títulos em sebos pelo Recife. Infelizmente, não encontro muitos e minha coleção se resume a essas duas imagens. Mas quando acho algum, não penso duas vezes pra comprar. 


É um quadrinho saudoso e que me proporciona belos momentos de aventura, me leva a um tempo em que as coisas mais simples deixavam as crianças mais felizes... 








Menina de Ouro - Clint Eastwood.

| 06 fevereiro 2013 | 1 Comentários |
Menina de ouro [Million Dolar Baby], 2004 Clint Eastwood. 
[Vencedor de 4 Oscar - Melhor filme, Melhor diretor, Melhor Atriz, Melhor ator coadjuvante]

A sensação de angústia que me bateu depois de ver esse filme me deixou sem palavras, extremamente pensativa e 'nocauteada'... As interpretações beiram a perfeição... Swank mais uma vez me fazendo chorar com suas personagens intensas, profundas e cruas...
Eastwood mais uma vez arrebentando... Morgan Freeman e mais um de seus ótimos personagens...
O filme vai te conduzindo de jeito que você pensa: 'nossa, ela vai treinar e treinar e vai fazer uma luta de chegar ao topo, será campeã e que lindo, ela se superou, conseguiu realizar seu sonho.' 
Tudo caminha pra isso na história, e de repente... O SOCO.

Que reviravolta.

É um filme de reflexão, superação, nos faz pensar na vida, no quão efêmera ela pode ser... num momento estamos vivos, em outro podemos simplesmente desejar morrer... Um acontecimento tão 'rápido e inesperado' que faz mudar completamente nossas vidas...

Surreal, intenso, brilhante, dolorido...


"Existem feridas que são profundas demais. E por mais que você tente, jamais consegue estancar o sangramento..."


Tag: tudo sobre o livro que você está lendo

| | 1 Comentários |
Vi no blog another simple words e como a dona resolveu deixar o meme em aberto, sem fazer indicações, resolvi pegar e postar aqui. :D


  • Qual livro você está lendo?

Um retrato do artista quando jovem [James Joyce]


  • Em qual página você está?

113


  • Quando você começou a lê-lo?

06/02/2013


  • Qual nota você dá pra ele? [dê quantas estrelas você achar que ele merece]

até agora 3 estrelas


  • Abra seu livro na página 28 na linha que corresponde à sua idade [exemplo: 15 anos = linha 15] e digite a frase/passagem que estiver por lá:

"O trem estava cheio de colegas: um longo longo trem de chocolate com cobertura de creme."


  • Qual a última frase do livro?

"Vinte e sete de abril: Velho pai, velho artífice, valha-me agora e sempre."


  • Qual a primeira frase do livro?

"Era uma vez e uma vez muito boa mesmo uma vaquinha-mu que vinha andando pela estrada e a vaquinha-mu que vinha andando pela estrada encontrou um garotinho engrachadinho chamado bebê tico-taco."


  • coloque uma photo de você com o livro ou apenas da imagem da capa:



  • Postar o selo da Tag:



  • repassar para 10 blogs que você goste:

Não indicarei 10, mas quem quiser, pode fazer... Vou indicar pra minha amigona Suelene 

Aliás, visitem o blog dela. Cheio de textos bem escritos e interessantes.


William S. Burroughs e meus gatos...

| 05 fevereiro 2013 | 2 Comentários |
Em 1914, na data de 4 de fevereiro, nascia William S. Burroughs. Um dos autores da literatura Beat que muito admiro... Temos em comum a paixão por gatos, então, pra 'comemorar', deixo um trecho de seu livro O gato por dentro, junto com essa imagem, de todos os gatos que cruzaram minha vida, fossem meus, de amigos ou de rua, e os que tenho em minha casa... 


"Quem poderia ferir uma criatura como essa? Treinar seu cão para matá-lo! O ódio pelos gatos reflete um espírito feio, estúpido, grosseiro e intolerante. Não pode haver acordo com esse espírito feio."
- William Burroughs [O gato por dentro]



Bienal do Livro 2009

| 04 fevereiro 2013 | 2 Comentários |
Eis que 2013 é ano de Bienal do Livro aqui em Pernambuco. Espero essa data ansiosamente, desde a última Bienal, em 2011... A minha estréia nesse evento se deu em 2009, até então nunca tinha ido a nenhuma das anteriores... falta de tempo, dinheiro e informação são alguns dos motivos disso... Minha 1ª Bienal do livro foi inesquecível... apesar de ter comprado poucos títulos, pude conhecer a estrutura do evento no local [Centro de Convenções de Pernambuco]. Já tinha ido lá antes, mas fazia muitos anos, e não lembrava de praticamente nada... Para o evento, fui com Minho e um amigo da faculdade, David. [teve mais uma pessoa que nem vale a pena comentar... mas enfim... ¬¬] 

Nessa primeira photo, estávamos aguardando a chegada de David na Integração do Metrô. Um dia de domingo [11/10/2009], bem tranqüilo, nada de stress... 

Minho e eu na Integração do metrô de Camaragibe... 


Tiramos muitas photos, almoçamos num dos restaurantes que haviam dentro do espaço do evento [uma praça de alimentação]. Apesar dos preços altos, a comida era muito gostosa...

O que não curti na Bienal foram os estandes de editoras, como a L&PM Editores e Martin Claret, que estavam vendendo seus títulos a preço de capa. Por ser um estande na Bienal, acreditei que os preços estariam mais acessíveis... ledo engano... para minha decepção, e aposto que de muitas outras pessoas que frequentaram esses dias o evento...
    
Fomos no último dia de Feira porque os preços de muitas editoras costumam baratear a fim de esgotarem o estoque de livros expostos... Tive sorte em conseguir bons títulos de literatura a preços bastante cativantes.



A lista que comprei: 

  1. O príncipe - Maquiavel
  2. O anticristo - Nietzsche
  3. Cândido ou o otimismo - Voltaire
  4. Gatos - dicas e cuidados para uma convivência perfeita - Marcela Rodrigues
  5. Mitologia da Antiguidade - Constantino Kouzmin-Korovaeff
  6. Triste fim de Policarpo Quaresma - Lima Barreto
  7. Memórias de um sargento de milícias - Manuel Antônio de Almeida
  8. e uma edição que dei de presente: Lira dos vinte anos, de Álvares de Azevedo. 

Já li todos. Os preços variaram de 3,00 a 5,00 reais. 


Fim de Bienal... 


Bienal deveria ser ANUAL, porque fico esperando dois anos inteirinhos pra enriquecer a minha estante com preços que não exploram meu bolso, tendo ainda a oportunidade de sair com sacola/mochila cheia... 

Selo

| 03 fevereiro 2013 | 3 Comentários |
Ganhei um selo fofo da Rebeca Vasques. Obrigada, querida. ^^


As regras são:


  • Nomear 15 blogs.
  • Avisar a pessoa que você nomeou.
  • Agradecer a quem te nomeou.
  • Adicionar o post ao blog.
  • Adicionar 7 coisas que você gosta.


Os blogs nomeados são:

Carollices
A vague source of life
Manuscritos digitados
Ler, refletir, compartilhar
Dani
Livros de elite
Garota e seus livros
Universe for words
Tudo sobre livros
Pitada de cultura
Leitura entre amigas
Livros e rabiscos
Sendo meiga com os livros
Eu vivo lendo
Estante seletiva

Feitos os passos 1,2,3 e 4, vamos ao último. \o/



  1. Gatos
  2. Livros
  3. Música
  4. Filmes
  5. História
  6. Tattoos
  7. Bottons


Bom, espero que tenham curtido ^^





livros comprados em janeiro/2013

| 02 fevereiro 2013 | 3 Comentários |
Meu ano de 2013 começou com tudo, em matéria de livros... Comprei 9 títulos e só não comprei mais porque não tive mais grana heheh. São eles:

Rilke - Cartas a um jovem poeta [o livro não me empolgou taaanto mas é um bom título] [3 estrelas] 10,00.
O outro lado da colina - B.H. Lidell Hart [ainda não li] 5,00 num sebo.
Os símbolos místicos vol. I e II - Brenda Mallon [4/3 estrelas] 9,90 cada.
As grandes invenções da humanidade vol. I [3 estrelas] 9,90.
A religiosa - Diderot [ainda não li] 5,00 num sebo.
A ladeira da saudade - Ganymedes José [4 estrelas] 5,00 num sebo. 
Tristessa - Jack Kerouac [4 estrelas] 10,00.
O planeta dos macacos - Pierre Boulle [ainda não li] 9,90


Desses títulos, só não li 3 deles. 
Os símbolos místicos são bons, tem o significado de diversos símbolos, de religião a esotéricos... o que não me agradou muito foram uns erros de tradução, mas nada que atrapalhe a leitura... Quanto ao vol. de As grandes invenções, pra quem faz História ou tem curiosidade nessa área, vai encontrar nele um guia interessante, desde a criação do fogo e da roda até instrumentos como o termômetro, moinho de vento e relógio... é uma boa leitura... 


 O outro lado da colina foi indicação de uma amiga, me interessei pela sinopse e comprei na primeira oportunidade... A Religiosa é meu segundo título de Diderot, vi o filme e me apaixonei, espero que o livro também me agrade... A ladeira da saudade é amor antigo, de infância... quando vi num sebo por 5,00 e com a mesma capa da edição que li há séculos atrás, lembrei da infância nas bibliotecas da escola, e a nostalgia bateu no coração... tive que comprar meu exemplar... O planeta dos macacos eu comprei porque vi os filmes mas não lembro de nada deles, vi a versão mais recente, com James Franco e gostei... pretendo ver as versões antigas novamente, mas só depois de ler o livro... 



 Na minha retrospectiva literária 2013, falei sobre algumas metas a cumprir, e uma delas foi de adquirir ao menos 2 títulos da L&PM Editores pra minha Biblioteca... ao menos o mês de Janeiro foi cumprido... comprei Rilke e Kerouac. Esse mês de fevereiro, pretendo comprar mais dois títulos... também prometi postar mais vezes aqui no blog...

Em breve farei uma resenha sobre Moacyr Scliar, o autor que vem conquistando meu coração de uns tempos pra cá [no Resenha do mês

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...