Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...





"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

2

Memoráveis inícios de obras #1

Peguei a idéia no blog Dose Literária.. Achei bem interessante e resolvi fazer aqui também...
Selecionei alguns dos que mais gosto e que estão grifados em meus livros queridos... :D
A idéia consiste em postar o início de livros que tenham chamado atenção e estimularam o leitor a ler tal obra... No meu caso, alguns dos livros nem viraram favoritos, mas me proporcionaram uma leitura agradável... Gostei tanto da idéia, que comprei um bloquinho pra ir anotando todo início de obra que me agradar... 

Alguns que separei:

"Certa manhã, ao despertar de sonhos intranquilos, Gregor Samsa encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso."A metamorfose - Franz Kafka.

"Ao verme que primeiro roeu as frias carnes de meu cadáver, dedico como saudosa lembrança estas memórias póstumas."Memórias póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

"12 de Junho de 1942.Espero poder contar tudo a você, como nunca pude contar a ninguém, e espero que você seja uma grande fonte de conforto e ajuda." O diário de Anne Frank - ed. por Otto Frank e Mirjam Pressler

"O eterno retorno é uma idéia misteriosa, e Nietzsche, com essa idéia, colocou muitos filósofos em dificuldade: pensar que um dia tudo vai se repetir tal como foi vivido e que essa repetição ainda vai se repetir indefinidamente! O que significa esse mito insensato?"A insustentável leveza do ser - Milan Kundera

"Muito além, nos confins inesperados da região mais brega da Borda Ocidental desta galáxia há um pequeno sol amarelo e esquecido. Girando em torno deste sol, a uma distância de cerca de 148 milhões de quilômetros, há um planetinha verde-azulado absolutamente insignificante, cujas formas de vida, descendentes de primatas, são tão extraordinariamente primitivas que ainda acham que relógios digitais são uma grande idéia."O guia do mochileiro das Galáxias - Douglas Adams

"O bom senso é a coisa do mundo melhor partilhada: pois cada um pensa estar tão bem provido dele, que mesmo os mais difíceis de contentar em qualquer outra coisa não costumam desejar tê-lo mais do que o têm." Discurso do método - Descartes

"Eu sou um homem doente... Sou um homem malvado. Sou um homem desagradável. Creio que tenho uma doença do fígado. Aliás, não compreendo absolutamente nada da minha moléstia e não sei mesmo exatamente onde está o mal."Notas do subsolo - Dostoiévski


Esses são alguns trechos iniciais que separei aqui, mas como são muitos, farei outros posts com os demais... Ao ler esses primeiros parágrafos, algo me disse que eu não me decepcionaria com o restante do livro... Espero que tenham gostado... São obras incríveis e eu recomendo todas... 

Até o próximo post do TN... 
5

Desafio: Revirando a Estante 2013...


Vi no Blog de Alice e achei super bacana a idéia... Resolvi participar também. 
O Desafio consiste em escolher 10 livros da própria estante e tentar lê-los até 31 de dezembro de 2013, não necessariamente na ordem em que foram escolhidos... 
Não gosto de estipular metas de leitura, porque prefiro que o livro diga: "me leia" quando olho pra estante... ele precisa me chamar... Mas farei uma exceção, porque realmente tem uns livros que pretendo ler ainda esse ano, vamos ver se eu consigo realmente lê-los à partir desse desafio...

Eis minha lista: 

  1. Trópico de Capricórnio - Henry Miller
  2. Liberta-me - Tahereh Mafi
  3. Lolita - Vladimir Nabokov
  4. Crônicas de Nárnia - C.S. Lewis
  5. A revolta de Atlas Vol. 1 - Ayn Rand
  6. O mar de Monstros - Rick Riordan
  7. O caso Wagner - Nietzsche
  8. Os trabalhadores do Mar - Victor Hugo
  9. O amante de Lady Chatterley - D. H. Lawrence
  10. Angústia - Graciliano Ramos
Após a leitura é necessário fazer uma resenha do livro lido... Então, serão 10 resenhas vindo por aê, aguardem... Espero que as leituras sejam agradáveis...




5

Quadrinhos - Ring



Há uns dias na faculdade, ganhei de um amigo os dois volumes do mangá Ring - O chamado. Gosto dos filmes da versão americana [ainda não vi os japoneses, mas pretendo]. O primeiro filme é baseado na história dos dois volumes. Ótimo pra quem gosta de colecionar mangás, pois são apenas duas edições, lançadas pela Editora Conrad.







As capas são lindas, e a parte de trás tem o desenho diferente desse mostrado na photo. O roteiro é de Hiroshi Takahashi e a arte é de Misao Inagaki. O autor é Koji Suzuki. Achei o traço simples, sem muitos detalhes mas as expressões dos personagens são bem marcadas... típico da maioria dos mangás, onde a expressividade dos quadros é mais acentuada na face dos personagens... 








Samara [Yamamura Sadako na versão japonesa] é bem perversa... Talvez até mais no mangá do que no filme... A história, como a maioria deve conhecer, se trata de uma mulher que tenta desvendar o mistério da morte de sua sobrinha, que viu uma fita VHS e morreu misteriosamente 7 dias depois, junto com outros amigos que também assistiram tal vídeo. O boato se espalha na cidade de que o vídeo é amaldiçoado, e mesmo sabendo do risco, a protagonista Reiko Asakawa acaba vendo o vídeo. Assustada com o que pode lhe ocorrer, ela pede ajuda a seu ex-marido pra encontrar uma forma de quebrar a maldição. Por acidente, seu filho pequeno também assiste a fita. Então, o jovem casal começa uma corrida contra o tempo para impedir que ela morra, que a criança morra e também seu ex-marido [ele também assiste a uma cópia da fita]. Os sete dias vão terminando para Reiko e ela vai atrás de pistas até descobrir o que realmente aconteceu com a garota que aparece no 'poço'...




Confesso que li rápido, não pude deixar pra terminar depois, a leitura corre rápido e você sente vontade de saber o que vai acontecer no quadrinho seguinte. Confesso que algumas cenas me causaram incômodo, de tão assustadoras... Nada que me fizesse passar mal', mas realmente são cenas intrigantes [não sei dizer se por sugestão porque eu vi os filmes antes de ler, mas... enfim...]

É um ótimo mangá, tanto na escrita como na arte. Para os fãs de gênero terror, eis uma boa opção a se ter na estante...




5

1001 livros antes de morrer...



Um livro super volumoso da minha estante e que custou bem barato foi o 1001 livros para ler antes de Morrer, de Peter Boxall. Quando o vi na banca de revistas, pelo volume achei que fosse bem caro, mas estava por apenas 20 reais. Não perdi tempo e comprei logo o meu... À primeira vista, não me chamou tanta atenção, mas quando folheei, vi que tinha em mãos um 'catálogo' excelente e que poderia me render ótimas sugestões de leituras... Percebi também que vários títulos eu já tinha lido, e tantos outros estão na minha estante, esperando por sua vez de me proporcionar prazer de leitura... [e mais uns outros que ainda não tenho, peguei emprestado, e pretendo ler...]

O livro faz uma divisão dos livros por século. Eis a lista de livros que já li de acordo com as divisões:
[em itálico os que possuo em meu acervo...]

Antes de 1800:

Robinson Crusoé - Daniel Defoe
As viagens de Gulliver - Jonathan Swift
Cândido - Voltaire
O castelo de Otranto - Horace Walpole
Os sofrimentos do jovem Werther - Goethe

Anos 1800:

Orgulho e Preconceito - Jane Austen
Frankenstein - Mary Shelley
O corcunda de Notre-Dame - Victor Hugo
A queda da casa de Usher - Edgar Allan Poe
Almas Mortas - Nikolai Gógol
O poço e o pêndulo - Edgar Allan Poe
A moreninha - Joaquim Manoel de Macedo
O morro dos ventos uivantes - Emilie Brontë
Moby Dick - Herman Melville
Memórias de um sargento de milícias - Manuel Antônio de Almeida
Memórias do subsolo - Fiódor Dostoiévski
Alice no país das Maravilhas - Lewis Carroll
Iracema - José de Alencar
Senhora - José de Alencar
Memórias póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
Germinal - Émile Zola
O estranho caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde [O médico e o Monstro] - Robert Louis Stevenson
O cortiço - Aluísio de Azevedo
O retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde
Quincas Borba - Machado de Assis
Drácula - Bram Stocker
Dom Casmurro - Machado de Assis

Anos 1900:

O cão dos Baskerville - Sir Arthur Conan Doyle
O coração das trevas - Joseph Conrad
Triste fim de Policarpo Quaresma - Lima Barreto
Retrato do artista quando jovem - James Joyce
O processo - Franz Kafka
O grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald
Mrs. Dalloway - Virginia Woolf
Nada de novo no Front - Erich Maria Remarque
O quinze - Rachel de Queiroz
Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley
Menino de Engenho - José Lins do Rego
Mas não se matam cavalos? - Horace McCoy
Capitães de Areia - Jorge Amado
Vidas Secas - Graciliano Ramos
O pequeno príncipe - Antoine de Saint-Exupéry
Ficções - Jorge Luís Borges
1984 - George Orwell
O apanhador no campo de centeio - J. D. Salinger
O velho e o Mar- Ernest Hemingway
O senhor das moscas - William Golding
O americano tranquilo - Graham Greene
O senhor dos anéis - J. R. R. Tolkien
Giovanni - James Baldwin
On the Road - Jack Kerouac
Laranja Mecânica - Anthony Burgess
Lavoura Arcaica - Raduan Nassar
A hora da estrela - Clarice Lispector
O iluminado - Stephen King
Delta de Vênus - Anaïs Nïn
O guia do mochileiro das Galáxias - Douglas Adams
O centauro no jardim - Moacyr Scliar
A cor púrpura - Alice Walker
O amante - Marguerite Duras
A insustentável leveza do ser - Milan Kundera
O perfume - Patrick Süsnkind
Trilogia Suja de Havana - Pedro Juan Gutiérrez

Anos 2000:

Não li nenhum dos citados no livro...

Em breve farei a lista dos que tenho em meu Acervo, mas ainda não li...
Até a próxima...





3

Correios... [Envios e Recebidos] - 2


Eis o 'diário da semana...' [não tão bom como eu gostaria...] 

Aguardando o envio...

Já tinha falado nesse post que iria mandar as cartas de JonasCarol e de Eni Miranda, do Dose Literária, e quando finalmente escrevo e estou pra enviar as cartas, acontece [infelizmente] uma tragédia em minha família [um tio meu que foi covardemente assassinado]. Já com as cartas escritas, ainda não tive chance nem ânimo para ir ao correio postá-las... Minha família encontra-se bastante abalada com o ocorrido e estou tirando forças do apoio dos amigos pra seguir em frente...




Ia postar algo sobre o Nerd Day, e falar sobre Douglas Adams e sua 'trilogia' de 5 volumes - O guia do mochileiro das galáxias - mas devido às circunstâncias, quando estiver me sentindo melhor, escreverei sobre...
Carta de Genilda [Cabo - PE]

Voltando às cartas, eis que recebi de uma amiga que há muito não tinha contato o livro A grande Esperança. Ainda não li, mas assim que tiver um tempo lerei e espero que seja interessante, mas eu gostei da surpresa de ter recebido um livro do nada, sem esperar por isso... ainda mais com esse título... o livro me chega em mãos na quinta-feira [23/05/13] dia em que meu tio foi encontrado... então, espero que a leitura dele me traga algum conforto, nunca se sabe... 
Carta com livro de Eni Miranda - SP




Recebi uma cortesia da querida Eni [que ainda espera 3 cartas minhas] o 2º livro da trilogia de Tahereh Mafi, da Editora Novo Conceito, além de lindos marcadores do Dose Literária. Após a leitura, farei resenha do livro... e se eu gostar, comprarei a edição 1 e 3... 






Marcadores e Postal enviado por Eni...
Cartinha de Carol, que recebi no Natal 
Bom, por hoje é só. Ainda não estou com cabeça pra postar nada decente, o post foi mais um agradecimento pelas cartas recebidas e enfim... a vida precisa continuar, apesar dos pesares... 
2

Promoção que ganhei: Dom Quixote de la Mancha

Ano passado, como falei nesse post, ganhei meu 1º livro numa promoção de Blog. De lá pra cá, todo sorteio que vejo nos blogs que sigo, e outros que me enviam o link de promoção e passo a seguir, eu acabo participando. Confesso que uns são mais simples, e outros bem 'chatinhos' com todas aquelas regrinhas do formulário RC...

Mas, pelo Facebook também surgem promoções super bacanas. Só basta compartilhar a imagem, ir na aba sorteio da Page e concorrer com outras dezenas de centenas de pessoas que almejam o tal livro... [Ainda vivo na esperança de ganhar algum título assim rsrrss]. Existe também a 'cortesia' do Skoob, que eu sempre participo e NUNCA ganho...

Então, vejo uma página de livros com mais de 1.000 seguidores, e com uma promoção bem simples: Responder no comentário do post qual o livro que mais marcou sua vida e o porquê. A melhor resposta ganharia um livro. E nem precisava compartilhar o post. Claro que curti a página e minha resposta foi:








uma leitura [dentre várias] que me marcou bastante foi O morro dos ventos uivantes... eu li em pdf [e detesto ler em computador, mas a história me prendeu demais a atenção]e quando terminei, estava suando, tremendo, totalmente exausta pela carga 'sofrida' dos personagens... Heathcliff é um dos meus personagens preferidos e me identifiquei bastante com ele, e toda sua obsessão por Cathy... a crueldade com que ele tratava os personagens por ter perdido sua amada é descrita de forma muito intensa e com isso, ele se tornou um dos meus livros preferidos... isso foi em 2006, e de lá pra cá, tentei comprar uma edição pra mim, mas minha irmã me deu de presente... já li novamente, e vez ou outra, releio trechos que marquei no livro, me emociono uma vez mais... DÓI ler alguns trechos... a parte final, quando falam nos túmulos e na possível aparição deles, combinado ao cenário, ao vento que 'uiva'... é algo tão mágico, e ao mesmo tempo tão 'assustador'... a eternidade juntos... é um livro assombroso, arrepiante, espantosamente dolorido, e LINDO... P.s: o livro me marcou muito porque eu me identifiquei com o amor obsessivo de Heath... não de todo, mas em boa parte dele... a dor da perda de um amor... enfim...


O ganhador teria que escolher uma obra, entre 4 opções: O processo, de Kafka, Dom Quixote de la Mancha, de Cervantes, Fausto, de Goethe e A divina comédia, de Alighieri. Como possuo os dois últimos e o de Kafka eu consigo encontrar com mais facilidade em livraria e sebos, optei por D. Quixote. Eram 2 ganhadores e eu fui uma das contempladas...
Poucos dias depois, estava eu, toda contente, com uma caixa azul na mão e meu Dom Quixote lindo sendo acrescentado em meu Acervo... Não fazem idéia do quanto fiquei feliz... Agora, finalmente poderei terminar a saga do Cavaleiro da triste figura, sem ser por empréstimo [estava lendo a edição de um amigo...] 










Assim como o administrador da página pediu, mandei a minha photo com o livro pra ele postar na page dele... O livro chegou rápido... 

Espero que eu consiga encontrar mais promoções desse tipo nas tantas curtidas literárias que tenho em meu face... Enquanto isso, vou continuar na missão [quase] impossível, de tentar a sorte nas promoções sorteadas...




2

Resenha do mês [abril] - Noite em claro








"Estou sozinha com meu cálice de champanhe, o primeiro. Comi uma barra de chocolate só pra fingir que nada me importa, mas tudo me importa como nunca me importou nesta noite em que estou sozinha, tentando ficar bêbada, prestes a ser gorda, infernizada por recordações do passado e impaciente para inventar um futuro." Martha Medeiros.







E assim começa essa obra de Martha Medeiros, uma das autoras brasileiras mais conhecidas da atualidade. De cara se percebe a leveza [e pesar] do texto que vem pela frente... Martha, 'embriagada' [ou prestes a isso] 'conversa' com o leitor, enquanto a chuva cai lá fora... Sua "Noite em Claro" será longa... ou até quando a chuva parar de cair...  O texto fala sobre memórias da narradora, que se encontra sozinha em sua residência, numa longa noite chuvosa. Triste, melancólica e solitária, ela solta seus pensamentos no papel, escrevendo até que a chuva cesse lá fora... mas e quanto à chuva que cai por dentro? Por dentro, ela continua gotejando, tempestuosa...

O livro traz muitas passagens profundas, e tem apenas 64 páginas... é um conto denso, carregado de solidão existencial em tons de cinza... a escrita de Medeiros é de fácil compreensão... ela não precisa de palavras difíceis pra expressar sentimentos complicados... mas nem por isso cai no lugar-comum... costumo compará-la a Caio F. Abreu, ela sabe [assim como ele] escrever sobre coisas doloridas de forma poética, bonita... Uma história repleta de amores confusos, de finais [in]felizes, com pitadas de delírio, prazer e nostalgia... Conversa regada a chuva e champanhe...  "Mulheres infelizes costumam ter uma vida interessante.", já diz Martha em Noite em Claro... Quem sou eu pra discordar ou duvidar disso???



- Já escolhi o livro pra resenha do mês de Junho.. e o mês de maio ainda não acabou... só que eu duvido que alguma coisa que eu leia esse mês consiga superar o clássico que me encantou esses dias...
Aguardem...

1

Livros comprados em Abril/2013

E vamos ao post de livros comprados do mês, sem delongas... Não comprei muita coisa, e nem foi por falta de dinheiro, foi falta de tempo mesmo... Mal saí de Paudalho esse mês e só comprei um exemplar na banca de revistas e os outros quatro, eu comprei no sebo de Carpina... 
As aquisições foram:

A hora do lobisomem - Stephen King [4 estrelas]
Vidas Secas - Graciliano Ramos [4 estrelas]
Anos rebeldes - Gilberto Braga [4 estrelas]
O natal de Poirot - Agatha Christie [5 estrelas]
As grandes batalhas da História vol. 3 - Larousse [4 estrelas]



Já li todos assim que comprei, com exceção de Vidas secas, que li quando era bem mais nova... os 5 livros tiveram uma boa média, mas o que mais me surpreendeu foi Anos Rebeldes [baseada na minissérie global dos anos 90]. Embora tenha adorado a leitura dele, escolhi outro para a Resenha do Mês... O natal de Poirot também me excitou bastante. Gosto da escrita de Agatha e esse título foi um dos mais brilhantes que li dela até agora...

Mais uma vez dei 'mancada' com a compra de títulos L&PM. A ironia do destino é que o livro escolhido para resenhar foi uma edição que li dessa editora [emprestado de uma amiga querida]...
 da Coleção 64 páginas direto para o Resenha do Mês...

Noite em Claro, de Martha Medeiros. Aguardem...


5

Minha 1ª tattoo - Cherry 666

O post de hoje [depois de dias sem postar porque minha net estava terrível], venho falar um pouco sobre mim, e resolvi postar [aos poucos] as histórias das minhas tattoos... Não sei se vai interessar alguém saber disso, mas enfim...



Minha primeira tatuagem tem uma história beeem interessante... Sou uma pessoa que gosta de ler a respeito de suicidas... Na época do orkut [ainda tenho minha conta lá, embora não acesse mais com freqüência], eu visitava uma comunidade chamada Profile de Gente Morta [PGM]. Lá, as pessoas postavam links de perfis no orkut de pessoas que já tinham falecido. Me chamou a atenção o perfil de um rapaz chamado Leandro Ricieri, e achei o link de seu fotolog. Visitei, e algo despertou em mim... um interesse mórbido, estranho, certo fascínio pela história de Leandro... é como se eu o conhecesse, enfim... senti uma afinidade gigantesca com ele... Não que eu tenha me apaixonado por um morto... mas a sensação de que eu o conhecia de algum lugar... Nunca tinha visto nada sobre ele antes, não éramos amigos de internet, só tomei conhecimento de sua existência justamente pela sua 'não-existência' no mundo... [perdoem-me o trocadilho]... Achei até que fosse um perfil fake, que ele não havia morrido, e em seu orkut as pessoas viviam deixando mensagens [umas bem ofensivas, por sinal], Eu, inclusive, mandei algumas... estranho mandar mensagem pra alguém que você nunca conheceu na vida e que nunca leria porque já estava morto... 
Bem, resumindo a morte dele: simplesmente, numa madrugada de setembro, ele foi de bicicleta até a linha do trem, esperou ele passar e se JOGOU na frente dele... Confirmei que a história era verídica através de uma amiga correspondente de cartas, que conhecia Leandro, estudava na mesma escola. Cheguei até ela, porque notei que eram da mesma cidade... e então, realmente Leandro tinha se matado... 
Eu fiquei tão impressionada com sua história, que passei a ler o fotolog dele, acompanhar a comunidade no orkut que fizeram em sua homenagem e tudo mais... 
Descobri que ele queria ser tatuador, e tinha uns desenhos postados em seu fotolog... então, resolvi: minha 1ª tatuagem seria em 'homenagem' a ele... e hoje, carrego Ricieri 'no lado esquerdo do peito...' [sem más intenções ou paixões, apenas fascínio]... O nome da tatuagem é Cereja 666. Como é um desenho de cerejinhas [tattoos de cereja são comuns], achei legal a modificação que ele fez, usando caveirinhas no formato... o desenho tem tudo a ver comigo... Ele seria um ótimo profissional caso não tivesse se matado... 


Então é isso... Ricieri é meu suicida preferido... embora eu não quisesse que ele tivesse se matado... queria tê-lo conhecido por outras circunstâncias, e não por causa de sua morte... Não sou lá muito religiosa, mas penso que talvez a gente tenha se conhecido, sei lá... quem sabe um dia saberei da resposta... 


Seu último post, poucos dias antes de se suicidar... 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...