Resenha do Mês [Fevereiro] - Selvagens

| 08 março 2014 | |
Bem, leitores queridos. Finalmente trago a vocês a Resenha do Mês. Selvagens, de Don Winslow, publicado pela Ed. Intrínseca foi minha melhor leitura de Fevereiro. O livro é sensacional, a começar pela capa [sim, eu curti esse estilo Tarantino dela rs]. Ganhei esse livro como presente de uma amiga muito querida [Whellyn]. E assim que tive chance parei pra ler. Foi uma leitura deliciosa, e meu primeiro contato com Winslow não poderia ser melhor. Eu já tinha ouvido falar do filme, mas não assisti [ainda]. Quando vi o livro, pirei. E ela resolveu comprar na hora pra me dar. o/





Selvagens é sobre dois amigos e sua garota [sim, eles são muito amigos a ponto de dividirem o amor entre si], que vendem drogas. A melhor droga da sua região. Com tanto dinheiro entrando em caixa, logo eles começam a chamar a atenção de seus inimigos, o Cartel de Baja, no México. Ben e Cho não pretendem aceitar a proposta que o cartel fez a eles, e como o Cartel percebe que não vai conseguir lucrar em cima dos dois amigos, resolvem sequestrar a namorada deles, Ophelia, carinhosamente chamada de O. O resultado disso é que eles precisam correr contra o tempo, enfrentar muitos caras mal-encarados para tentar salvar a vida de O, impedindo que seu pescoço seja decapitado pelo cartel...

A ação do livro é excelente e para quem curte um gênero estilo Tarantino, vai se impressionar com a narrativa. [Sim, vocês já devem ter percebido que eu amo Quentin u.u] Os protagonistas são bem diferentes um do outro. Enquanto Ben é mais 'civilizado' e 'diplomata', Cho é quem faz a sujeira e joga por baixo do tapete. Ele age mais com a razão e Ben age mais com a emoção e prudência. O seria uma espécie de elo entre os dois. Ela é do tipo de mulher quente, que não vive sem sexo, e que leva a vida se divertindo. Mas não achei que fosse uma personagem fútil. No início eu não gostava dela, mas ao longo do livro percebi que ela é parte fundamental da relação entre Ben e Cho. É como se ambos não pudessem sobreviver sem O em suas vidas. 

Há outra mulher que se destaca na trama, ela se chama Elena. Elena é poderosa, chefe do cartel e tem uma penca de homens como seus subordinados. Nada pode dar errado em suas negociações. Ela cede territórios a fim de ganhar aliados. E seu império é vasto. 

"Quando Elena Sanchez Lauter assumiu a liderança do cartel de Baja, muitos dos homens imaginaram que, por ser mulher, ela fosse fraca. A maioria desses homens está morta hoje."

Por esse trecho o leitor percebe a fibra da mulher. Miguel Arroyo, ou "Lado" é o braço direito de Elena. A parte em que pessoas perdem as cabeças por decapitação é com ele. Vocês podem imaginar como é violento o universo dos carteis de drogas mexicanos. Quem nunca ouviu falar sobre isso, aconselho a buscar no youtube alguns vídeos a respeito. Mas aviso: só quem tiver estômago forte. [Meu namorado vive me mostrando essas coisas... e sim, eu vejo sem querer vomitar...] Mas voltando a Elena. Ela tem fraquezas. Assumiu a liderança do cartel porque era a única pessoa da família que poderia fazer isso. Tem uma filha da idade de O., que é muito problemática. Seu marido foi morto, o mesmo ocorreu com seus irmãos. Vive num ninho de cobras, e se ela perder a 'pose', pode perder outras coisas além... A solidão é sua companhia. Tem várias casas, e ninguém pra desfrutar de seu conforto nelas. 

Lado é violento, não teme matar quem quer que seja para garantir o sucesso de seus negócios. E a caçada que Bem e Cho estão fazendo com seus homens para resgatar O está lhe tirando a paciência. Ele precisa pôr as mãos nesses dois, mas a forma como eles estão agindo não deixa provas concretas de seus atos. Lado precisa esperar pra dar uma lição em ambos. Em paralelo, O. é bem tratada [na medida do possível para uma sequestrada] e anseia que seus amigos a libertem. Ela ama Ben e Cho por igual. Não saberia viver com um sem o outro. Eles formam o trio perfeito, e nas poucas vezes que pode manter contato com eles, pra provar que está viva, ela nutre esperança de que eles a tirem daquela enrascada... 

Bom, eu poderia falar sobre todos os personagens mas isso iria tirar a graça do livro. Poderia me aprofundar mais no enredo mas não creio que isso seja possível sem revelar o clima de suspense da trama. Então, leiam e tirem suas próprias conclusões. Adrenalina, suspense e ação formam uma combinação perfeita para a escrita de Winslow. Selvagens é um Thriller de tirar o fôlego até a última página. O leitor vai se apaixonar, certamente... 

O livro é composto de capítulos curtos, diálogos carregados de ironia e sarcasmo. É um livro envolvente. 

"Chon divide o mundo em duas categorias de pessoas:
Ele, Ben e O.
Todo o resto. Ele faria qualquer coisa por Ben e O.
Por Ben e O. ele faria qualquer coisa a Todo o Resto.
Simples assim."

O desfecho é chocante e surpreendente. 5 estrelas porque não tem como dar mais que isso. Acredite. Você VAI querer ler e NÃO vai se arrepender...

12 Comentários:

Cassidy Valcorte Says:
09 março, 2014

Realmente foi a minha mlhor leitura também! E como sempre uma excelente resenha Val :D

Beijos^^

Alice Aguiar Says:
09 março, 2014

nao curto esse capa, mas adoro desfechos chocantes <3

Seguindo o Coelho Branco

Tamara Costa Says:
09 março, 2014

Valeu só vou te dizer, o filme é FODA então quando eu vi que tinha o livro eu já imaginei que fosse melhor ainda :)

Italo S Says:
09 março, 2014

Oi, val, como tá?
PQP, pq você faz isso comigo? rsrs tô doido por este livro agora hsauhsua
Deve ser muito bom!
Quero ver ao filme também.
pelo que você disse, é algo que irei curtir.
Beijos <3

incriativos.blogspot.com.br

Livros com Resenhas Says:
09 março, 2014

Estou para comprar esse livro há um bom tempo mas ainda não consegui.
Bela resenha ;)
Bjos

Samy
http://livroscomresenhas.blogspot.com.br/

Realidade Caótica Says:
09 março, 2014

Tenho muita vontade de ler esse livro, o mesmo me parece cheio de mistérios/ momentos tensos, e gosto disso...
Gostei muito de conhecer seu espaço, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

Ítalo Costa Says:
09 março, 2014

Cara, que história legal! Val, sua resenha me interessando para ler livros como sempre. E parece com Tarantino? Tarantino é massa demais! Isso me lembra que tenho que ver mais filmes dele.
Abraço,
http://www.cronicasdeumdelirante.blogspot.com.br/

Erika De Castro Says:
10 março, 2014

Nossa, adorei sua resenha, a história desse livro parece ser ótima!! Nunca tinha ouvido falar do filme nem do livro, mas agora quero ler!!!
;**

Maria Valéria Says:
12 março, 2014

que bom que tu curtiu a indicação, Cah :D

Maria Valéria Says:
12 março, 2014

pois foi a capa a primeira coisa que me atraiu, Alice o/o/o/

Maria Valéria Says:
12 março, 2014

mlr, corre que tá em promo no submarino :D

Maria Valéria Says:
12 março, 2014

sempre tem promo com ele no Submarino ^^
Aproveita

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...